logo
Giant Stilts I

Outros Territórios é um conjunto de intervenções efêmeras que serão propostas para um bairro montanhoso em Belo Horizonte: o bairro Buritis. Será uma mudança instantânea em sua paisagem através da ocupação de diversas “palafitas” ao mesmo tempo.

Uma gama de espaços esquecidos, largados, ignorados e inusitados serão trazidos para a vida da cidade por meio de um evento que irá propor um campo de estudo aberto: as possibilidades latentes da cidade existente. Será uma oportunidade para testar novas ideias, trocar experiências e despertar sensibilidades; uma maneira de mostrar que pequenas intervenções podem gerar transformações duradoras (seja em termos materiais ou institucionais) com recursos limitados; e ser um instrumento para se pensar soluções alternativas na recomposição urbana de um tecido esgarçado como é o de Belo Horizonte.

As intervenções serão escolhidas através desta Chamada de Ideias, de caráter público e internacional, e irão compor uma exposição no inusitado Viaduto das Artes. Em momento posterior, as intervenções serão organizadas em forma de um Festival Cultural, quando se dará efetivamente a construção de algumas das propostas selecionadas.

Além de um roteiro livre de visitação às obras, Outros Territórios pretende se configurar como um espaço para debates em torno de questões relativas à cidade, explorando interfaces entre arquitetura, artes visuais, iluminação pública e paisagem urbana, e problematizando a gestão da cidade, os passivos ambientais e arquitetônicos, os vazios urbanos e o mercado imobiliário.

Lançamento da Chamada
06/11/2018

Envio das propostas e Inscrições
até 22/01/2019

Consultas
até 11/01/2019

Julgamento
23 a 28/01/2019

Divulgação online do resultado
29/01/2019

Abertura da exposição no Viaduto das Artes
março de 2019

organização

vazio aurora eduardo de jesus

patrocínio

mercantil

apoio

iab pbh

blog

Membro do júri: Davide Sacconi

Apresentaremos os membros do júri durante a Chamada, e o primeiro que orgulhosamente anunciamos é Davide Sacconi.

Davide é arquiteto, curador e educador em Londres, onde é doutorando na Architectural Association, diretor do Syracuse Architecture London Program e professor visitante no Royal College of Art.

Ele é co-fundador do CAMPO, um espaço para arquitetura em Roma para o qual ele organizou vários eventos, exposições e workshops, e editou o livro The Supreme Achievement (2016).

Como curador independente, trabalhou na Storefront for Art and Architecture de Nova York e no FRAC Centre de Orleans, para o qual prepara uma exposição sobre o coletivo brasileiro Arquitetura Nova a ser exibida na Bienal de Orleans 2019.

É também editor dos livros Interior Tales (2015) e Savage Architecture (2016), que compõem uma exposição que circulou em várias instituições da Europa, incluindo a Architectural Association em Londres, o Politécnico de Milão e a fundação CIVA em Bruxelas.

Davide também trabalhou em escritórios de renome internacional, como IaN+ e MVRDV em uma variedade de projetos de arquitetura, paisagismo e urbanismo, e foi premiado em competições nacionais e internacionais com seus próprios projetos.

____

publicado em 14 de Novembro de 2018 às 14:00

Identidade visual Outros Territórios

avatar ot 2


O design gráfico e a identidade visual da chamada de projetos Outros Territórios foi feita por Marconi Drummond. Marconi é artista visual e curador, com graduação e mestrado em Artes Visuais pela Escola de Belas Artes da UFMG. Entre 2006 e 2010, atuou como curador do Museu de Arte da Pampulha e coordenou o programa de arte-residência Bolsa Pampulha.

Como artista gráfico participou das exposições "Design Brasileiro hoje: novas fronteiras" (MAM/SP); "We loves Books!", Grenoble, França, entre outras. Já realizou inúmeros projetos curatoriais, entre eles: Cartografia Imaginária: a Cidade e Suas Escritas (Sesc Palladium), Lorenzato: Simples Singular (Galeria Minas Tênis Clube), Absurdus: Murilo Rubião 100 Anos (Biblioteca Pública Estadual de Minas Gerais), P_Bruscky: Uma Obra sem Original (Museu de Arte da Pampulha), Adriana Varejão (Museu de Arte da Pampulha), e Cao Guimarães (Museu de Arte da Pampulha).

____

publicado em 14 de Novembro de 2018 às 13:00

O que seria do mundo sem as coisas que não existem?

Este texto é destinado a um(a) leitor(a) que, por ventura, se põe diante de questões que permeiam sua vida no momento contemporâneo, em termos objetivos mas, especialmente, subjetivos*

Frestas — Trienal das Artes é um projeto com foco nas artes visuais que em 2015, sua primeira edição, propôs uma reflexão a partir da interrogação “O que seria do mundo sem as coisas que não existem?” e que permeia este texto. ver mais

____

publicado em 1 de Novembro de 2018 às 20:33