galeria

Oficina "O casaco de Marx"
palafita-caleidoscópica

Oficina "O casaco de Marx"

Autor Maira Gouveia
Equipe Maira Gouveia
País Brasil

A ideia desta oficina é no fazer refletir sobre a memória corpórea e afetiva que cada objeto carrega, trazendo nova consciência e visão sobre os objetos do dia a dia. Trazer novas perspectivas não somente sobre os objetos como utilitário, porém outros valores, símbolos e mensagens que um objeto (no caso um casaco) pode trazer. Trabalhar questões como história, forma e função, ergonomia, métodos de construção, materialidades e especialmente as questões imateriais e de fetiche, questões tão importantes ao estudo das artes.
Esta oficina buscará abarcar as questões principais do nosso campo: as questões imateriais do objeto. Também terá como resultado prático experimentações com ilustrações e design de personagem.
A relevância desse processo de redescobertas se dá pela necessidade do artista de ser sempre capaz de olhar para o mundo que o cerca de um lugar mais crítico e inovador. Nessa experiência será dada aos participantes a possibilidade de explorar a memória imaterial e afetiva que cada objeto carrega.
Inspirada no livro homônimo, em O casaco de Marx Peter Stallybrass introduz o livro com a explicação de que, ao usar o casaco de um amigo falecido pode sentir sua presença e a partir desse sentimento desenvolve o livro em que o historiador faz um levantamento dos valores materiais e imateriais das peças de roupa ao longo dos últimos séculos, criando um paralelo com a relação de Karl Marx com a “mercadoria” casaco que lhe auxiliava a se sustentar não somente economicamente mas social e intelectualmente através de status que seu casaco lhe garantia.

projetos
ordem por classificação / palafita / país

menções honrosas