galeria

3 Dimensão Livre
palafita-gigante-II

Dimensão Livre

Autor Amanda Barbosa Da Silveira
Equipe Lucas Veloso Schwab Guerra, Amanda Barbosa Da Silveira
País Brasil

Como uma aberração arquitetônica, a edificação sob palafita localizada na rua Maria Heilbuth Surette, 1295, a gigante, foi escolhida para abrigar a intervenção dessa proposta pela sua alta visibilidade no nível do pedestre e sua oportunidade de abertura à rua. O seu aspecto “submundano” e sua escala sob o terreno criam uma possibilidade de organizar um percurso permeando a palafita no sentido de vencer seu desnível e percorrer sua extensão. Subir, atravessar e descer. A proposta lança mão da movimentação e do reposicionamento de suas terras numa prerrogativa de evidenciar e questionar o valor da terra. A instalação se insere na paisagem com um aspecto cru a partir da escolha dos materiais - terra, pedra, metal e madeira - por meio de um circuito dividido em três trechos. Dentre altos e baixos de terra batida e concreto, cheios e vazios, usos e não usos, a experiência se apresenta de forma dicotômica e sensorial. A instalação revela um caráter efêmero, precário e inútil da arquitetura indicando a irracionalidade de processos urbanos e políticos da disciplina edilícia.

comentários do júri


Proposta conceitual bem fundamentada e radical, a partir da relação com a materialidade da terra, para a conformação da instalação.

É um convite ao pedestre para adentrar um espaço que é recôndito e escondido. Exalta a relação do vazio com o espaço construído, com o ar e a terra, e com o valor que pagamos para morar na cidade.

Técnicas exequíveis e criativas para estabelecer o percurso do visitante, mas com um orçamento elevado.

Pontos que podem ser aprofundados na Fase 2:
- O orçamento poderia ser mais detalhado e prever refletores para o uso/visitação noturna e para enfatizar o projeto proposto.

projetos
ordem por classificação / palafita / país

menções honrosas